Perfil Local de Saúde 2012  
 
  ACeS Barcelos/ Esposende  
 
  Capa  
  Índice   Lista de Siglas  
  Ligações   Meta Informação  
 
  FICHA TÉCNICA  
     
 
     
  Título        
  Perfil Local de Saúde 2012 - ACeS Barcelos/ Esposende        
           
  Presidente do Conselho Diretivo da ARS Norte, I.P.        
  Dr. Castanheira Nunes        
           
  Diretora do Departamento de Saúde Pública da ARS Norte, I.P.        
  Dra. Maria Neto          
           
  E-mail de contacto        
  perfisdesaude@arsnorte.min-saude.pt        
     
 
 
    LISTA DE SIGLAS  
     
 
  ACES Agrupamento de Centros de Saúde  
  ACS Alto Comissariado da Saúde  
  ACSS Administração Central dos Serviços de Saúde  
  ARSN, I.P. Administração Regional de Saúde do Norte, Instituto Público  
  BCG Bacilo de Calmette e Guerain  
  CID 10 Classificação Internacional das Doenças - 10ª revisão  
  CID 9 - MC Classificação Internacional das Doenças - 9ª revisão, Modificação Clinica  
  CCDR-N Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte  
  CRS Complexo Relacionado com SIDA  
  CT Continente  
  DDI-URVE Departamento de Doenças Infeciosas - Unidade de Referência e Vigilância Epidemiológica  
  DDO Doenças Transmissíveis de Declaração Obrigatória  
  DGS Direcção Geral da Saúde  
  DSP Departamento de Saúde Pública  
  DTP Vacina da Difteria, Tétano, Pertussis  
  GDH Grupos de Diagnóstico Homogéneo  
  hab Habitantes  
  Hib Vacina do Haemophilus influenza b  
  IDT Instituto da Droga e da Toxicodependência  
  IEFP Instituto de Emprego e Formação Profissional  
  INE Instituto Nacional de Estatística  
  INS Inquérito Nacional de Saúde  
  MenC Vacina meningocócica do grupo C  
  NUT Nomenclatura de Unidade Territorial  
  PA Portadores Assintomáticos  
  PLS Perfil Local de Saúde  
  PSRN Perfil de Saúde da Região Norte  
  PT Portugal  
  RN Região Norte  
  RSI Rendimento Social de Inserção  
  SIDA Síndrome de Imunodeficiência Adquirida  
  SVIG-TB Sistema de Informação Intrínseco do Programa Nacional de Luta contra a Tuberculose  
  TB Tuberculose  
  Td Vacina do Tétano, Difteria  
  TIP Taxa de internamento (hospitalar) padronizada pela idade  
  TMP Taxa de mortalidade padronizada pela idade  
  ULS Unidade Local de Saúde  
  VAP Vacina Viva da Poliomielite  
  VIP Vacina Inativada da Poliomielite  
  VASPR Vacina do Sarampo, Parotidite, Rubéola  
  VHB Vacina da Hepatite B  
  VIH Vírus da Imunodeficiência Humana  
       
  Topo  
 
    META INFORMAÇÃO (em construção)  
     
 
  QUEM SOMOS?  
  Designação Cálculo  
     
  Índice de envelhecimento (Número de pessoas com 65 ou mais anos /Número de pessoas com menos de 15 anos) x100  
  Índice de dependência de idosos (Número de pessoas com 65 ou mais anos / Número de pessoas com idades compreendidas entre os 15 e os 64 anos ) x 100  
  Índice de dependência de jovens (Número de pessoas com menos de 15 anos / Número de pessoas com idades compreendidas entre os 15 e os 64 anos ) x 100  
  Esperança de vida à nascença Número médio de anos que uma pessoa à nascença pode esperar viver, mantendo-se as taxas de mortalidade por idades observadas no momento  
  Taxa bruta de natalidade (Número de nados-vivos / População residente estimada para o meio do ano) x 1000  
     
  COMO VIVEMOS?  
  Designação Cálculo  
     
  Taxa de desemprego (População desempregada / População ativa) x 100  
  Variação homóloga de desempregados corresponde à variação percentual observada face ao período (mês ou trimestre) equivalente do ano anterior  
  Taxa de analfabetismo (População residente com 10 e mais anos que "Não sabe ler nem escrever"/ População residente com 10 e mais anos) x 100  
  Taxa de retenção e desistência no ensino básico Relação percentual entre o número de alunos que não podem transitar para o ano de escolaridade seguinte e o número de alunos matriculados nesse ano letivo  
     
  QUE ESCOLHAS FAZEMOS?  
  Designação Cálculo  
     
       
     
  QUE SAÚDE TEMOS?  
  Designação Cálculo  
     
  Taxa bruta de mortalidade (Número de óbitos / População residente estimada para o meio do ano) x 1000  
  Taxa de mortalidade infantil (Número de óbitos de indivíduos com menos de 1 ano / Nados vivos ocorridos no mesmo período) x 1000  
  Mortalidade proporcional (Número de óbitos por determinada causa de morte / Número de óbitos por todas as causas ) x 100  
  Taxa de mortalidade (ou internamento)  padronizada pela idade, TMP (TIP) Taxas obtidas através do método direto de padronização, que consiste na aplicação das taxas de mortalidade (ou de internamento) específicas por grupo etário à população padrão europeia. Consiste, portanto, em calcular as taxas de mortalidade (ou de internamento) esperadas na população padrão  
  Número médio de dias de internamento Total de dias de internamento / Número de internamentos  
  Taxa de letalidade intra-hospitalar (Número de obitos / Número de internamentos) x 100  
  Taxa de incidência (Número de novos casos / População residente estimada no início do ano) x 100000  
  Taxa de notificação (Número de casos notificados / População residente estimada no início do ano) x 100000  
  Taxa de prevalência (Número de casos vivos / População residente estimada para o meio do ano) x 100000  
       
       
  Topo  
 
 
 
 
Perfis_Saude_logo.bmp