Unidades de Saúde Familiar: “Valongo”, “Sobrado” e “Nascente”
Celebram 11 anos de existência  
Data de Publicação: 05-SEP-2017 02:51 PM

Unidades de Saúde Familiar: “Valongo”, “Sobrado” e “Nascente”

Sendo os Cuidados de Saúde Primários considerado como um dos pilares do Serviço Nacional de Saúde, funcionando para os cidadãos como a base de todo o sistema, é preocupação do Governo que estes se vão modernizando e adaptando à evolução dos tempos e às exigências  cada vez maiores das pessoas que aos mesmos acorrem, tendo presente diversos fatores, onde se incluem, por exemplo, as novas doenças.

Para que tais objetivos sejam atingidos, na defesa deste direito civilizacional, a atual Equipa do Ministério da Saúde entendeu dedicar especial atenção a esta área da prestação, nomeando, para o efeito, uma vasta equipa de especialistas, a qual que tem por missão avaliar exaustivamente a forma como estes cuidados estão a ser prestados e reformar o que tem que ser alterado de modo a que, no momento da “prestação de contas junto dos portugueses” (final da legislatura), todos possamos garantir que qualquer cidadão que assim o deseje possa dispor da sua Equipa de Saúde Familiar e, em consequência, prestação de cuidados mais eficientes e ganhos assistenciais consideráveis.

O modelo de organização de Unidade de Saúde Familiar (USF), implementado em 2006 pelo Governo de então, é sem dúvida muito exigente, pressupõe uma dedicação e envolvência criteriosa de toda a Equipa e tem vindo a demonstrar que é capaz de responder a todos estes princípios e até alargar o âmbito da sua intervenção, acompanhando e adequando-se aos objetivos que estão subjacentes a todo o processo da reforma que, como atrás referimos, está em curso.

Assim, tendo presente que as USF “Nascente”; “Sobrado”; “Valongo” foram as três primeiras Unidades desta Região de Saúde a abraçarem este novo modelo de organização, pela análise dos indicadores de gestão de que dispomos, durante estes onze anos demonstraram ser uma mais-valia para o SNS e para os cidadãos que cuidam, gostaria de, em meu nome pessoal e dos demais membros do Conselho Diretivo desta ARS felicitar e agradecer todo o apoio demonstrado durante este período por todas as Equipas e testemunhar que, sem dúvida, são uma referência em toda a organização do Serviço Nacional de Saúde.

Com os meus melhores cumprimentos,

PIMENTA MARINHO
a) Presidente do Conselho Diretivo da ARS Norte 



Voltar