Zonas Balneares Interiores

Época Balnear 2013

A qualidade das águas balneares é regulamentada actualmente pela Directiva 2006/7/CE do Parlamento e do Conselho, de 15 de Fevereiro de 2006, transposta para a ordem jurídica interna através do Decreto-Lei n.º 135/2009, de 3 de Junho, relativa à gestão da qualidade das águas balneares.

O DL n.º 135/2009, de 3 de Junho, foi republicado através do DL n.º 113/2012 de 23 de Maio e estabelece o regime jurídico de identificação, gestão, monitorização da qualidade das águas balneares e de prestação de informação ao público sobre as mesmas.

Assim e, de acordo com o estabelecido no art.º 12 do DL n.º 113/2012, de 23 de Maio, compete ao director do Departamento de Saúde Pública, em articulação com as Unidades de Saúde Pública, desenvolver as acções de vigilância.

Neste sentido e, por forma a dar cumprimento ao Programa de Vigilância Sanitária das Zonas Balneares Costeiras e Interiores, divulgam-se as respectivas orientações deste DSP para a execução do referido Programa.

Outros documentos (no âmbito de interdição da prática balnear):

Legislação:

Relatórios Anuais:

No final de cada época balnear é elaborado pelo Departamento de Saúde Pública da ARS Norte, I.P., o relatório anual de avaliação da qualidade das águas balneares da região Norte. A sua divulgação permite dar a conhecer a qualidade das águas balneares da região de saúde do Norte a todos os profissionais de saúde envolvidos na vigilância das águas balneares, bem como a outros profissionais de saúde a quem a informação possa ser útil e à população em geral.

 

Voltar
 
pesquisa avançada >
 Instituições
- Cuidados Continuados
- UPIP
ARS Norte I.P. > Saúde Pública > Saúde ambiental > Zonas Balneares Interiores